Edição anterior (2527):
sábado, 09 de outubro de 2021
Ed. 2527:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2527): sábado, 09 de outubro de 2021

Ed.2527:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

Rede particular também apresenta redução nas internações de covid-19

Cenário acompanha taxas apresentadas também pelo SUS 

 


  Foto Pixabay 

 

 

Priscila Torquato – especial para o Diário

A rede de saúde de Petrópolis vem apresentando redução nos números de internações por pacientes com covid-19. Nesta quinta-feira (7) a prefeitura divulgou os percentuais abaixo de 8% de ocupação registrados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A rede particular vem acompanhando a tendência. O Hospital Unimed divulgou 11 internações nesta sexta-feira (8), sendo oito pacientes em leitos de UTI e três em leitos clínicos. Já o Hospital Santa Teresa (HST) informou que nesta quinta (7) havia cinco pacientes com diagnóstico confirmado para covid-19 internados na instituição. Destes, quatro se encontram na UTI. O Hospital SMH – Beneficência Portuguesa de Petrópolis informou que, nesta sexta-feira (8) não há pacientes internados em leito clínico para covid-19 e que 02 leitos de UTI estão ocupados com pacientes de coronavírus. A direção do hospital afirma que este é o melhor cenário desde abril de 2020 para a pandemia.

Essa redução nos números segue índices que vem sendo observados em diversas regiões do país, como mostrou o boletim Observatório Covid-19  elaborado e divulgado pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz)nesta quarta-feira (6). Mesmo com a diminuição dos positivados, das internações e mortes, a Fundação alerta para a manutenção dos protocolos de higiene e vacinação. “Os valores atuais de mortalidade se apresentam estáveis, em torno de 500 óbitos diários, o que revela uma queda expressiva em relação ao pico observado em abril, quando foram notificados mais de 3 mil por dia. No entanto, são valores ainda preocupantes, que demonstram a permanência da transmissão e a incidência de casos graves que exigem cuidados intensivos e podem gerar milhares de mortes nos próximos meses”, confirma o recorte divulgado pela Fiocruz.

O vice-presidente da Unimed Petrópolis, César Augusto de S. Thiago declarou que nas últimas duas semanas os números vinham sofrendo redução na unidade, mas teve um novo pico nesta sexta (8) na comparação com os números de segunda (4). Passando de quatro internações para 11 no total. “Os leitos de UTI tiveram um pico. Nesse momento temos uma preocupação com a ocupação dos leitos de UTI covid que voltou a aumentar. Estamos monitorando diariamente com os gestores para ver se teremos que abrir uma nova unidade de UTI covid”, revelou.

O ápice de casos de covid-19 No SMH – Beneficência Portuguesa - ocorreu em abril e maio de 2021 no Hospital SMH – Beneficência Portuguesa de Petrópolis, quando foi aberta a segunda ala extra de UTI para atender os casos relacionados à pandemia. O diretor Executivo Operacional do Hospital SMH, Fernando Baena acredita que a redução nos números pode ser comemorada, mas é preciso atenção. “Acreditamos que as coisas estejam se acalmando. Porém, é muito perigoso achar que essa melhora permite o afrouxamento das medidas preventivas. O índice de segunda dose da vacina ainda não é o desejado, que seria 70% da população. Se afrouxarmos agora poderemos ter uma surpresa desagradável na época do Carnaval ou Semana Santa do ano que vem.”

 



Edição anterior (2527):
sábado, 09 de outubro de 2021
Ed. 2527:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2527): sábado, 09 de outubro de 2021

Ed.2527:

Compartilhe:

Voltar: