Edição anterior (2532):
quinta-feira, 14 de outubro de 2021
Ed. 2532:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2532): quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Ed.2532:

Compartilhe:

Voltar:


  Turismo

Rede hoteleira tem alta ocupação, mas chuva prejudicou o comércio no feriadão

De acordo com ABIH-RJ, 90% dos leitos foram usados, mas o movimento de turistas não trouxe reflexos positivos nas vendas

 

Foto: Alcir Aglio

Rômulo Barroso e Priscila Torquato - especial para o Diário de Petrópolis

A rede hoteleira de Petrópolis teve uma 90% de ocupação, de acordo com a Associação Brasileira de Indústria de Hotéis - Rio de Janeiro (ABIH-RJ). De acordo com a instituição, o número alcançado na cidade ficou acima da média do estado, que bateu 78% nos principais municípios indutores de turismo no Rio. Mas essa alta movimentação de turistas não trouxe reflexos positivos nas vendas do comércio. É que a chuva espantou os clientes.

A Defesa Civil manteve a cidade em estágio de "atenção" por causa da chuva durante todo o período do feriadão - só nessa quarta-feira (13) é que o município voltou para a "normalidade". A chuva não causou ocorrências durante o fim de semana, mas foi suficiente para deixar os consumidores longe das lojas que ficaram abertas.

Comércio local e restaurantes

Segundo Sérgio Costa (G-tão), administrador da Feirinha de Itaipava, as vendas durante os últimos cinco dias (incluindo o feriado) foram bem abaixo do esperado. Ele acredita que o clima chuvoso espantou os turistas e clientes.

"Todos os stands estão com as coleções de primavera/verão expostas e a expectativa era muito boa, mas o tempo não ajudou muito. Agora é focar em novembro, que tem três feriados, e nas vendas para o verão", pontua otimista.

A Associação da Rua Teresa (ARTE) também apontou que o tempo instável afastou os clientes da rua na avaliação geral, mas as lojas infantis comemoraram as vendas principalmente na véspera, no dia 11. A empresária Danielly Tobler contou que apesar do item ‘roupas’ não ser a opção principal para a data, as vendas superaram a expectativa. “Ao longo da semana tivemos vendas pontuais, com picos no sábado e na véspera do Dia das Crianças. Não observamos um movimento muito alto na rua, mas o valor do ticket compensou. Foram vendas com valores mais altos”, explicou a empresária que tem loja no Serra Shopping.

Com a cidade cheia de turistas, os restaurantes registraram um movimento intenso durante o fim de semana prolongado. No tradicional Majórica, localizado na Rua do Imperador, no centro, clientes vindos da capital e de São Paulo eram maioria.

“O movimento foi muito positivo para o restaurante. Registramos casa cheia durante o fim de semana e ontem (13) ainda havia clientes de fora da cidade almoçando aqui. Cerca de 80% do público que vem até o restaurante é de fora, mas nosso delivery está ganhando adeptos e esse público é daqui mesmo”, informou Ana Carolina dos Santos, funcionária do restaurante.

 

Estradas federais do Rio terminam feriadão sem mortos em acidentes

A Concer não divulgou balanço sobre a movimentação de veículos na BR-040 durante o feriadão, mas de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve registro de mortes por acidentes em nenhuma rodovia federal no estado.

A instituição fez um reforço de fiscalização entre os dias oito e 12 de outubro nas BRs 101-Norte (Niterói-Manilha), 101-Sul (Rio-Santos), 116 (Presidente Dutra) e 040 (Washington Luís) e o número de acidentes em todas as rodovias federais que ficam no estado reduziram 11%.

O órgão informou ainda que houve uma diminuição 17,5% das infrações de trânsito, com 28% menos de registro de pessoas flagradas alcoolizadas na condução, mas um aumento de 51% de motoristas que estava falando ao celular enquanto dirigiam. Este último dado chama a atenção da PRF.

"Essa é uma mudança comportamental que precisa ser tratada com mais intensidade", afirmou o superintendente da PRF no Rio, inspetor Romulo Silva.

Nesse período, teve sequência a Operação Égide, que tem o objetivo de combater o roubo de cargas, veículos e coletivos e também o tráfico de drogas e armas nas rodovias federais fluminenses. De acordo com a PRF, 44 pessoas foram detidas diversos crimes e houve a recuperação de 26 veículos roubados ou furtados - incluindo um carro encontrado no trecho de Duque de Caxias da BR-040, na noite de segunda-feira (11/10).

 



Edição anterior (2532):
quinta-feira, 14 de outubro de 2021
Ed. 2532:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2532): quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Ed.2532:

Compartilhe:

Voltar: